Notícia. Terceirização em julgamento no STF - Mannrich e Vasconcelos Advogados
8778
post-template-default,single,single-post,postid-8778,single-format-standard,eltd-core-1.1.1,averly-ver-1.3,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-main-style1,eltd-header-standard,eltd-fixed-on-scroll,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-slide-from-top,eltd-,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Blog

Notícia. Terceirização em julgamento no STF

Terceirização em julgamento no STF

 

Foi confirmada a ilegalidade da Súmula 331, do TST, quanto à distinção entre atividade-fim e atividade-meio. O julgamento do caso CENIBRA (Recurso Extraordinário 958.252), iniciado em 16/8, terminou hoje. Foram sete votos favoráveis e quatro contrários à terceirização de atividade-fim. O acórdão será disponibilizado apenas a partir de sua respectiva publicação no Diário Oficial. Deve-se agora aguardar a publicação do acórdão para revisitar as estratégias envolvendo o tema.

 

 

Sem Comentários

Deixar um comentário